Como morar legalmente nos EUA? Essa é a pergunta que os brasileiros mais fazem. Nos próximos dias vou destrinchar esse assunto aqui no blog!

Como morar legalmente nos EUA?

Se você pretende investir em negócios no país, saiba que existem alguns vistos específicos. Eles podem garantir a sua permanência aqui por anos. E pode haver, inclusive, a possibilidade de conseguir um green card. Ou seja: residência permanente.

Existem três tipos de visto específicos para investidores: L-1, E-2 e EB-5. As principais diferenças entre eles estão no tipo de negócio que você quer criar. Outro detalhe é o valor a ser investido. E, por fim,  a duração do visto. P

ara fazer o pedido, é preciso apresentar, entre outros documentos, um plano de negócios. E para requerer a renovação do visto, você precisará mostrar ao governo norte-americano que a empresa está em operação.

Não há requisitos quanto ao tipo de negócio que o requerente pretende abrir. Mas vale lembrar que nos Estados Unidos existem profissões reguladas e cujos profissionais precisam de licença para exercê-las.

O prazo médio para o processo de requerimento desses vistos é de 90 dias (com exceção do EB-5). Se for aprovado, o visto é estendido ao cônjuge e filhos até 21 anos. No caso de cônjuges, é preciso estar casado no papel. Uniões estáveis não são consideradas válidas.

Como morar legalmente nos EUA: Visto L-1

O visto L1 é destinado a empresas que querem expandir seus negócios para os Estados Unidos, e para isso pretendem enviar funcionários e profissionais brasileiros ao país. Para fazer esse requerimento, a empresa precisa estar constituída no Brasil há mais de dois anos.

Os requerentes desse tipo de visto podem ser os proprietários da companhia, membros do ‘C level’ (CEO, CFO, COO etc), gerentes ou ainda funcionários especializados, aqueles “que não têm nível gerencial, mas são necessários para a empresa e não poderiam ser encontrado nos Estados Unidos”, diz Silva. Poderia ser o caso, por exemplo, de um chef de cozinha. “O funcionário não precisa ser CLT. Ele pode mostrar o extrato bancário indicando que recebe um salário da empresa”, afirma.

Não há definição sobre um valor mínimo de investimento, mas, segundo o advogado, investimentos acima de US$ 70 mil têm mais chances de serem aprovados pela imigração.

A primeira concessão do visto é válida por um ano. Passado esse período, é possível pedir a renovação por três anos, mas será necessário comprovar que o negócio ainda está de pé. Alguns dos documentos que podem ajudar a mostrar que o escritório está funcionando são pedidos de compra, contratos e evidências de atividade econômica, como folha de pagamento de funcionários contratados, extrato bancário, demonstrações financeiras mostrando renda mensal e até matérias que saíram na imprensa sobre a empresa. Após o quarto ano, a pessoa tem direito a fazer mais um pedido de renovação por três anos, que poderá ser substituída por um pedido de “green-card”.