Que Miami é a terra dos exageros todo mundo sabe. Que a cidade das excentricidades já é fato consumado. Mas dessa vez o fato merece destaque. Virou notícia no mundo todo. E não é a toa. Em certos empreendimentos de luxo residenciais comercializados na cidade, quem comprar um apartamento ganha como brinde um belo diamante.

Diamante de presente?

Pode parecer loucura, mas é a mais pura realidade. Esta é a última dos agentes imobiliários mais badalados – e competitivos – de Miami. Quem compra imóveis de luxo na cidade sabe que muitos adoram oferecer presentes inusitados para atrair clientes. Mas comprar um apartamento e ganha como brinde um belo diamante é inusitado. E não é qualquer diamante: são pedras do tipo que não faria feio em leilões de joias raras promovidos por casas como a Christie’s e a Sotheby’s.

Mas o presente não é oferecido para qualquer um, obviamente. É uma cortesia proporcional ao gasto que o cliente faz. Vejamos por exemplo o caso de uma cobertura à venda em um edifício construído recentemente na Collins Avenue. Um imóvel que tem preço na casa dos US$ 39 milhões (R$ 122,4 milhões). Pois quem pagar tudo isso pelos seus mais de mil metros quadrados de área privativa e outros 560 metros quadrados de terraços ganha um diamante rosa de US$ 500 mil (R$ 1,57 milhão). Isso mesmo! Quem fechar negócio  leva pra casa uma pedra de valor astronômico, única, exclusiva. Aliás, caso do próprio imóvel que é para poucos investidores no mundo.

Vale dizer inclusive que só o “mimo” distribuído equivale a quase o dobro do valor médio de uma casa nos Estados Unidos. Como digo sempre aqui o valor médio de uma residência nos Estados Unidos gira em torno de cerca de US$ 258,5 mil (R$ 811,2 mil) de acordo com o levantamento mais recente, de junho. Ou seja, quem gastar US$ 39 milhões num imóvel merece mesmo um diamante.