Indian Creek é um refúgio ao norte de Miami. Quase um retiro. Lugar perfeito para quem vive em meio aos holofotes. E que, por isso mesmo, para morar, prefere sossego. Privacidade. Segurança. Exclusividade. Pois é exatamente essa paz que encontraram lá os músicos Julio Iglesias e o seu filho Enrique, a modelo brasileira Adriana Lima e o investidor norte-americano Carl Icahn.

Indian Creek, uma pequena ilha com pouco mais que um quilómetro quadrado, é o lugar escolhido por essas e por outras 38 famílias milionárias. Poucos moradores que chegam as suas casas de duas formas: atracando o iate no cais privado ou de carro, através de uma ponte que liga a ilha a terra firme.

A segurança é uma das obsessões de todos por isso 15 duplas de agentes de segurança patrulham a ilha. As rondas acontecem vinte e quatro horas por dia. Os agentes circulam de carro, barco e jet ski. Nada passa desapercebido.

Indian Creek é para poucos!

O último milionário a comprar um terreno em Indian Creek foi um misterioso investidor russo, que preferiu manter sua identidade sob sigilo. Certo é que o novo morador pagou cerca de 47 milhões de dólares pela propriedade! Esse valor, inclusive, chegou a ser o maior desembolsado por uma propriedade na cidade durante muito tempo.

Hoje o título é da penthouse do moderno edifício The Faena House, cujo proprietário é o magnata e investidor Kenneth Griffin. O milionário, que tem uma fortuna avaliada em 6.600 milhões de dólares (6.000 milhões de euros),  comprou esta casa no verão de 2014 e colocou-a agora à venda por 55 milhões de dólares (50 milhões de euros), o que faz com que seja a casa mais cara à venda em Miami.

Com cinco quartos e cinco banheiros em uma área de 770 m2, a propriedade está localizado em Miami Beach. Segundo a empresa que administra a propriedade, o custo mensal da manutenção da cobertura é de 14.804 dólares.

 

Quer saber outros famosos que circulam por Miami e que você corre o risco de ver na rua ou num restaurante? Eu te conto aqui!