Todo mundo sabe que Miami habita o sonho brasileiro. Mas qual o motivo disso se existem outras milhares de cidades no mundo onde o clima é parecido com o do Brasil? Porque se tem tanto lugar mais seguro? Porque se não faltam opções de cidades bonitas onde somos bem-vindos no mundo? A resposta é: porque Miami é única!

Antigamente muitos arriscavam suas vidas para ir atrás do tão famoso “sonho americano”. Ou sonho brasileiro. O lema era “deixar o couro e levar o ouro” com o intuito de voltarem com mais dinheiro para o Brasil. Mas, hoje em dia, com o dólar desvalorizado e o real lá em cima, a ordem das coisas se inverteu. As pessoas vem pra Miami pra ficar. Pra morar de vez. E só ouvir falar em voltar para o Brasil muita gente se arrepia!!

Sonho brasileiro mudou!!

“Como nos anos 1990, há uma nova onda de migração do Brasil para os Estados Unidos”, diz a advogada brasileira Renata Castro, que atende imigrantes na Flórida há 13 anos. Ela remonta o início do fluxo atual ao segundo semestre de 2014, quando Dilma Rousseff se reelegeu e crise econômica se intensificou.

Castro diz, contudo, que a leva atual é composta por imigrantes mais ricos e qualificados que os vindos nas décadas passadas.

“Existe uma clara mudança no perfil. Muitos brasileiros com recursos têm nos procurado para saber como podem migrar legalmente, interessados nas vantagens que a legislação migratória americana oferece ao grupo.”

Os atributos da cidade para seduzir tanta gente não são poucos. Miami é daqueles raros lugares que combinam beleza natural com vasta oferta de serviços. São 24 quilômetros de praias de areia branca e mar azul de frente para o Caribe. Para quem gosta de ir às compras, talvez não exista melhor destino no mundo. Para os padrões brasileiros, seus preços são baixíssimos. Roupas, eletrônicos, computadores, itens de decoração, cosméticos, artigos para bebês, tudo custa bem menos. Quase sempre, metade do valor praticado no Brasil. Não é só.

Em Miami, os serviços públicos funcionam. Os parques são bem cuidados. Os pedestres são respeitados no trânsito. Se a pessoa mora numa região central, dá para fazer tudo a pé ou de bicicleta. A sensação de segurança permite que se caminhe à noite, de frente para o mar, sem o pavor típico experimentado por quem vive em uma grande cidade brasileira. As escolas públicas são boas. Faz calor boa parte do ano. E Miami é perto de tudo.